home aviso  
artigos eventos noticias links profissionais    
 

Medicina Tradicional Chinesa Monografia: Acupuntura e Dor Crônica

Dr. Carlos Daniel Christ
Orientador: Dr. Wu Tu Hsing

Introdução:

A acupuntura tem recebido grande destaque na mídia nas últimas décadas como uma modalidade terapêutica alternativa aos tratamentos convencionais.6 Muitas teorias tem sido elaboradas sobre os possíveis mecanismos fisiológicos com liberação de substâncias analgésicas e antiinflamatórias.

Dor é a principal queixa dos pacientes e estima-se que nos EUA são gastos anualmente cerca de um milhão de dólares somente com a acupuntura.2

Revendo na literatura, a questão dos verdadeiros efeitos da acupuntura no tratamento das dores crônicas permanece não resolvida.

O objetivo deste trabalho é de ascender a questão do tratamento das dores crônicas pela acupuntura fazendo uma revisão bibliográfica sobre o assunto.

Desenvolvimento:

Com o avanço da tecnologia e pesquisa no campo da medicina, hoje se sabe as bases fisiológicas envolvidas no tratamento das dores crônicas pela acupuntura.

Várias teorias foram elaboradas com o intuito de explicar os efeitos analgésicos da acupuntura, como por exemplo a teoria das comportas, “do processo semelhante à memória”, dentre outras.5

Trabalho de neurofisiologia revela que através da inserção de agulhas há estimulação de fibras sensitivas A, de condução mais rápida (mielínica) e C, de condução mais lenta (amielínica) as quais levam os estímulos até o corno posterior da medula e este ascende pelo trato espino-talâmico. As fibras do tipo A, em especial as fibras Ab são responsáveis pela persepção mais fina (tato) e as fibras do tipo C pela condução da dor, em especial de característica difusa e em queimação.5

Na medula, em especial nas laminas I, II, III e V do corno posterior são liberadas substâncias analgésicas como a substância P, somatostatina e encefalina e no tálamo são liberadas substâncias, através de mecanismos neurohumorais, como a endorfina, encefalina e neurotransmissores, além do efeito analgésico, consegue-se grande relaxamento muscular através de reflexo viscero – somáticos e interseguimentares.5

Mas isto, é apenas parte de um complexo sistema que ainda permanece não totalmente compreendido, pois o tratamento pela acupuntura tradicional chinesa revelou ser mais eficaz que o simples agulhamento em pontos pré-estabelecidos.1

No tratamento específico das dores obtém-se melhores resultados através de estimulação intensa dos pontos, do que com estimulação menos intensa, devido maior estímulo e com isso, maior liberação serotoninergica.3

Todos os tipos de terapia possuem um efeito placebo e a acupuntura não é uma exceção.5 Trabalho de meta-análise revelou que a acupuntura quando comparada ao tratamento convencional foi mais favorável e quando comparada ao placebo, foi inconclusiva.7,2

Vários trabalhos mostraram que a maioria dos pacientes obtém uma diminuição significativa da dor logo nas primeiras sessões ( média de 50% de diminuição da dor na primeira sessão)1, porém há a necessidade de um tratamento mais prolongado para um melhor resultado. 1,4,6. Quanto aos efeitos colaterais ou a piora das dores com o uso da acupuntura, estes foram muito baixos.1,4,6,7

A acupuntura no manejo do tratamento de certas patologias crônicas mostra melhores resultados em umas em detrimento de outras. Levitt and Walker observaram em seu trabalho que pacientes com artrite reumatóide responderam melhor do que pacientes portadores de seqüelas de neurectomias, revelando assim, que a tratamento da pela acupuntura, assim como o tratamento tradicional, apresentam melhores resultados quanto menos graves forem as patologias.6

Conclusão:

A maior dificuldade dos trabalhos , principalmente os trabalhos de mata-analise, foram quanto a padronização, a classificação e a comparação entre os diversos estudos, trabalho este, que muitas vezes foram inconclusíveis quanto a eficácia da acupuntura no tratamento das dores crônicas.8

Pelos trabalhos vistos, concluímos que a acupuntura vem evoluindo muito nas últimas décadas, principalmente através do interesse científico dado ao assunto na tentativa de desmistifica-la e usá-la como mais uma arma terapêutica em benefício do paciente. Hoje já evoluímos bastante em entender as bases neurofisiológicas da analgesia pela acupuntura, mas compreendemos que não é apenas isto, e que o tratamento pela medicina tradicional chinesa é muito mais que a simples colocação de agulhas.

A acupuntura mostra-se como uma forma eficaz de tratamento das dores crônicas, embora, assim como nos tratamentos tradicionais, tenha melhores respostas em certas patologias em detrimento de outras.

No futuro novos trabalhos deveram ser realizados na tentativa de desfazer as falhas dos atuais.

Bibliografia:

  1. Lee PK, Anderson TW, Modell JH, Saga AS. Treatment of chronic pain with acupunture. JAMA 1975 Jun 16;232(11):1133-5.
  2. Ezzo J; Berman B; Hadhazy VA; Jadad AR; Lao L; Singh BB. Is acupunture effective for the treatment of chronic pain? A systematic review. Pain; 86(3):217-25,2000 Jun.
  3. Mao W; Ghia JN; Scott DS; Duncan GH; Gregg JM. High versus low intensity acupunture analgesia for treatament of chronic pain: effects on platelet serotonin. Pain; 8(3):331-42, 1990 Jun.
  4. Yuen RW, Vaughan RJ, Dyer H, Giles KE. The response to acupuncture therapy in patients with chronic disabling pain. Med J August 1976 Jun 5;1(23):862-5.
  5. Lewith GT, Kenyon JN. Physiological and psychological explanation for the mechanism of acupunture as a treatment for chronic pain. Soc Sci Med 1984; 19(12):1367-78.
  6. Levitt EE, Walker FD. Evaluation of acupunture in the treatment of chronic pain. J Chronic Dis 1975;28(5-6):311-6.
  7. Patel M, Gutzwiller F, Paccaud F, Marazzi ª A meta-analysis of acupunture for chronic pain. Int J Epidemiol 1989 Dec; 18(4):900-6.
  8. Ter Riet G, Kleijnen J, Knipschild P. Acupunture and chronic pain: a criteria-based meta-anlysis. J Clin Epidemiol 1990; 43(11):1191-9.

| voltar |

 
  Saúde Total © 1997~2010. Todos os direitos reservados.